Todos
  • Artigos Saint-Gobain Canalização

Artigos Saint-Gobain Canalização

InícioArtigos Saint-Gobain Canalização

Pressão

Enviado em 13 Junho 2018, 17:46 PM

A pressão admissível de um tubo é um fator importante para obter o transporte adequado do fluido e evitar possíveis vazamentos.

O primeiro passo para a utilização adequada dos tubos e conexões de ferro fundido dúctil Saint-Gobain Canalização, deve ser a distinção das terminologias de projeto da canalização, ligadas às capacidades hidráulicas e as do fabricante, ligadas ao desempenho dos produtos.

 

As terminologias de projeto da canalização são divididas em três tipos:

  1. Pressão de cálculo em Regime Permanente (PRP): É a pressão máxima de serviço, fixada pelo projetista, excluindo o golpe de aríete.
  2. Pressão Máxima de Cálculo (PMC): Pressão máxima de serviço, fixada pelo projetista, incluindo o golpe de aríete alterações futuras. Além disso, o PMC tem duas vertentes, o PMCe (quando parte do golpe de ariete é estimado) e o PMCc (quando o golpe de ariete é calculado).
  3. Pressão de teste da rede (PTR): Pressão hidrostática aplicada a uma canalização que foi recentemente assentada, afim de assegurar a integridade e estanqueidade da mesma.

 

As terminologias relacionadas ao fabricante também são divididas em três, sendo elas:

  1. Pressão de Serviço Admissível (PSA): É a pressão interna (excluindo o golpe de aríete) que um componente pode suportar, com total segurança e de forma contínua, em regime hidráulico permanente.
  2. Pressão Máxima de Serviço (PMS): Pressão interna máxima (incluindo o golpe de aríete) que um componente pode suportar em serviço.
  3. Pressão de Teste Admissível (PTA): Pressão hidrostática máxima que pode ser aplicada no teste de campo a um componente de uma canalização recém instalada.

 

 Terminologia
AbreviaturaDescrição
ProjetoPRPPressão de cálculo em regime permanente
PMCPressão máxima de cálculo
PTRPressão de teste da rede
FabricantePSAPressão de serviço admissível
PMSPressão máxima de serviço
PTAPressão de teste admissível

 

Além destas três denominações, dentro das pressões relacionadas ao fabricante, ainda existe a Pressão Nominal que é expressa por um número utilizado como referência. Todos os materiais com flanges de um mesmo DN e designados por um mesmo PN possuem as dimensões dos flanges compatíveis.

 

É importante ressaltar, que no momento da escolha de um componente de uma canalização, é preciso assegurar que o PRP seja sempre  ≤ ao PSA, assim como o PMC para o PMS e o PTR ao PTA.

 

Os nossos produtos são concebidos para resistir a pressões elevadas, em geral bem superiores aos valores que são encontrados nas redes. A justificativa é a necessidade dos produtos resistirem à várias situações, não somente no momento da entrada em operação, mas também – e principalmente – ao longo do tempo. Por isso, as pressões devem ser estabelecidas com elevados, como pode ser visto no exemplo abaixo.

 

Para um tubo, a PSA é calculada com um coeficiente de segurança de:

• 3 em relação à resistência mínima à ruptura.

• 2 em relação ao limite elástico mínimo.

 

É importante também que a resistência à pressão de um componente da canalização esteja relacionada à resistência do corpo e da qualidade da junta que o equipa.

 

Apesar desta explanação, não deixe de consultar a Saint-Gobain Canalização sobre a utilização em níveis de pressão superiores aos indicados nas tabelas.

Comentários (0)
Fechar