Eu trabalho com:

  • Saint-Gobain Canalização

    O caminho seguro das águas.

Nossa História

Voltar
Home Empresa Nossa História

Década de 10

1915

1915

Os inventores Dimitri Sensaud de Lavaud e Fernando Arens Jr., após inventarem o processo de centrifugação em uma oficina em Santos-SP no ano de 1914, fundam no bairro de Moema, em São Paulo, a COMPANHIA BRASILEIRA DE METALURGIA para a fabricação de tubos de ferro fundido através do processo de centrifugação patenteado no Rio de Janeiro como “Processo Sensaud-Arens”.

Década de 20

1929

1929

É fundada, em Caeté-MG, por Baldomero Barbará e João Pinheiro, a COMPANHIA MINEIRA DE METALURGIA tendo como diretor técnico Fernando Arens Jr, o co-inventor do processo de centrifugação e ainda proprietário da COMPANHIA BRASILEIRA DE METALURGIA.

Década de 30

1932

1932

Baldomero Barbará compra de Fernando Arens Jr. a COMPANHIA BRASILEIRA DE METALURGIA em São Paulo para onde leva as máquinas de Caeté. A fusão das duas companhias dá origem à BARBARÁ S.A. O nome BARBARÁ que viria a se consagrar como verbete de importantes dicionários como sinônimo do produto, entra na história do saneamento brasileiro.

1937

Baldomero Barbará transforma a sociedade BARBARÁ S.A. em COMPANHIA METALÚRGICA BARBARÁ. É inaugurada a Usina Metalúrgica de Barra Mansa no estado do Rio de Janeiro. Em Caeté que abrigara a Companhia Mineira de Metalurgia, é criada a COMPANHIA FERRO BRASILEIRO pela empresa francesa PONT-A-MOUSSON.

Década de 50

1956

1951

PONT-À-MOUSSON, fundada em 1856 na região siderúrgica de Lorena na França, e líder mundial na produção e comercialização de tubos de ferro fundido, passa a controlar a COMPANHIA METALÚRGICA BARBARÁ.

1956

Juscelino Kubitschek, presidente do Brasil, inaugura o 2º Alto Forno da COMPANHIA METALÚRGICA BARBARÁ na Usina de Barra Mansa e é lançada a Junta Elástica em substituição à Junta de Chumbo.

Década de 60

1960

1960

A COMPANHIA METALÚRGICA BARBARÁ, passa a utilizar o revestimento interno com cimento de alto-forno e a utilizar o ferro fundido dúctil, marcos históricos na evolução das canalizações em ferro fundido.

Década de 70

1970

1970

Ocorre, na França, uma fusão histórica: a Saint-Gobain, líder francesa na indústria do vidro desde 1665 e presente no Brasil desde 1937, une-se à Pont-à-Mousson, líder mundial em canalizações de ferro fundido desde 1856, dando origem a denominada COMPAGNIE DE SAINT-GOBAIN.

1974

É inaugurada a máquina para centrifugar tubos até 1.200mm de diâmetro e 7m de comprimento, marco significativo para a solução dos desafios de adução e distribuição de água em um país em desenvolvimento e forte urbanização.

Década de 80

1981

1981

A vocação exportadora da BARBARÁ se consolida com dois grandes contratos de exportação:

  • 40.000 toneladas, 220 km em DNs 700, 600 e 500, para a Adutora CALAMA-ANTOFAGASTA, no Chile, no ano de 1980; e

  • 72.000 toneladas, de diversos DNs de até 1200, para as cidades de MOSUL, KIRKUK, BASRAH e NAJAF-KUFA, no Iraque, em 1986.

Década de 90

1991

1991

Inicia-se o processo de metalização dos tubos, garantindo melhor performance quando instalados em meios agressivos e a pioneira junta elástica JE, deixa o cenário substituída pela moderna e mais eficaz junta JGS.

1994

COMPANHIA METALÚRGICA BARBARÁ tem o seu sistema de garantia de qualidade em conformidade com a norma ISO 9002 e é creditada pelo Bureau Veritas Quality International.

Década de 90

1998

Aquisição da Fundição Aldebarã Ltda., situada no município de Itaúna-MG.

2000

2000

A Companhia Metalúrgica Barbará, com mais de 60 anos de existência, passa a se denominar Saint-Gobain Canalização e os produtos comercializados recebem a marca mundial PAM, característica de todas as demais empresas da divisão de canalizações do Grupo Saint-Gobain.

2010

2010

Visando estabelecer uma uniformidade em sua comunicação e realçar os valores atrelados à eficiência energética e ao meio ambiente, o Grupo Saint-Gobain estabelece uma nova identidade visual para as principais marcas do grupo.