• Casos de Sucesso

Casos de Sucesso

Voltar
Início Referências
Você está vendo histórias de sucesso de
Todos
  • Construção Civil
  • Indústria
  • Mineração
  • Saneamento
  • Todos

Museu do Amanhã Rio de Janeiro

A Saint-Gobain Canalização foi responsável pelo fornecimento de captadores de águas pluviais EPAMS e tubos de ferro dúctil, para o Museu do Amanhã, um prédio com design arrojado e projeto altamente sustentável.

Foram 1.230 m de tubos, de diferentes diâmetros e 18 captadores EPAMS de 75 mm que permitem a redução de colunas d'água, de forma a preencher os requisitos de sustentabilidade e liberdade arquitetônica do projeto.

Shopping Iguatemi Ceará

  • Shopping Iguatemi

Tubos, conexões e captadores de água de chuva do Sistema EPAMS, foram instalados no Shopping Iguatemi de Fortaleza (CE).

O sistema EPAMS, que capta e aproveita águas pluviais e reduz colunas d’água, é uma alternativa sustentável e proporciona liberdade arquitetônica para projetos como este, com necessidade de adaptação à estrutura existente, representando economia e sustentabilidade à obra.

Fábrica AMBEV Ponta Grossa (PR)

A Saint-Gobain Canalização forneceu tubos, conexões e captadores, além de acompanhamento técnico, para a AMBEV de Ponta Grossa (PR).

O sistema EPAMS de captação e drenagem de águas pluviais  reduz colunas d’água e proporciona liberdade arquitetônica. Já os tubos de ferro fundido dúctil da marca PAM são tradicionalmente conhecidos no mercado pela segurança,  instalação rápida e manutenção praticamente nula.

Foram fornecidos 6.637 metros de tubos, de 50mm a 200mm, e 46 toneladas de estrutura do Sistema EPAMS, um total de 130 captadores de 75mm, responsáveis pela drenagem e aproveitamento de águas pluviais na unidade fabril.

Estádios da Copa 2014 Brasil

Foram 45 mil metros de tubos de ferro fundido fornecidos pela Saint-Gobain Canalização para 8 das 12 arenas construídas para os jogos da COPA 2014. Um total de 492 toneladas de estrutura do Sistema EPAMS, responsável pela drenagem e aproveitamento de águas pluviais nas dependências dos estádios, contribuindo para a redução de custos.

A Arena Castelão (Fortaleza), por exemplo, está entre os espaços que receberam o EPAMS. A estrutura contribuiu para a conquista do LEED (Leadership in Energy and Environmental), como o primeiro estádio do torneiro mundial a receber certificação de melhores práticas em construção civil sustentável. O título internacional é concedido pela Green Building Council Brasil (GBC Brasil), na qual a Saint-Gobain Canalização é membro.

Outros estádios com instalação do Sistema EPAMS: Maracanã (Rio de Janeiro – RJ), Arena Pernambuco (Recife – PE), Arena Castelão (Fortaleza – CE), Arena Grêmio (Porto Alegre – RS) , Estádio Nacional Mané Garrincha (Brasília – DF) , Arena de Itaquera (São Paulo – SP), Arena das Dunas (Natal – RN) e Arena Pantanal (Cuiabá – MT).

Aeroportos São Paulo Brasil

  • Aeroportos São Paulo

Mais de 11 mil metros de tubos da Linha Predial SMU e 376 captadores de águas pluviais EPAMS para dois importantes aeroportos do Brasil: os Aeroportos Internacionais de Guarulhos/SP e de Viracopos, em Campinas.

A liberdade arquitetônica que o Sistema EPAMS proporciona, foi fundamental para a materialização dos projetos que valorizam uma arquitetura eficiente, tornando os aeroportos mais práticos para o atendimento e utilização dos passageiros.

Metrôs Brasil

O sistema EPAMS de captação e drenagem pluvial também está presente nos metrôs de São Paulo e de Fortaleza.

São 204 toneladas de tubos de ferro fundido nos diâmetros 50 à 300 milímetros, drenando galpões e viabilizando uma arquitetura confortável e compatível com a necessidade do usuário final.

SEBRAE Distrito Federal

  • SEBRAE

A moderna construção da sede do SEBRAE-DF utiliza para drenagem pluvial o sistema EPAMS.

Arrojada, a edificação possui sete pavimentos e aposta na otimização do espaço, pois, caso fosse adotado um sistema convencional de drenagem, este consumiria 4 vezes mais de colunas d’águas pluviais.

São apenas 4 colunas de 100 milímetros  para drenar uma área de aproximadamente 3.000m².

Hospitais Brasil

O sistema de drenagem é algo bastante relevante na arquitetura de um hospital, Uma escolha equivocada pode trazer sérias consequências.

Geralmente as soluções em ferro fundido geram maior conforto acústico aos pacientes, já os sistemas convencionais com materiais de baixa resistência podem trazer infiltrações que, em última instância, podem paralisar  aparelhos.

As obras do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo 'Octavio Frias de Oliveira' (ICESP) iniciaram em 2003 a partir da estrutura já existente do Instituto da Mulher, edificada em 1989. O projeto foi totalmente readaptado para montar um hospital de oncologia.

 Por se tratar de um dos prédios mais altos da América Latina, com mais e 100 metros de altura, a questão da automação predial foi um dos grandes desafios para os projetistas e instaladores. O edifício possui 28 andares mais heliporto, abrangendo 88 mil m2 de construção em um só corpo.

O Sistema EPAMS, de captação e frenagem de águas pluviais foi escolhido pela flexibilidade que ele oferece, desde a redução do número de colunas d’água até conforto acústico e a segurança que um empreendendo como este necessita.

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin: A Casa dos livros São Paulo

  • Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin: A Casa dos livros

Um projeto: A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, localizada na Cidade Universitária da USP, foi construída para receber todo acervo de mais de oitenta anos do bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. São 20 mil metros quadrados da maior coleção de obras sobre a história do Brasil.

Um desafio: Todo o conforto e segurança teria que ser dado através de soluções técnicas e de arquitetura. A escolha do material veio tanto pela questão arquitetônica e de montagem, quanto pelas questões de permeabilidade do olhar e de luz.

O Sistema EPAMS de captação e drenagem de águas pluviais foi escolhido pela liberdade arquitetônica, rapidez na instalação, segurança e conforto.

Aeroporto de Nacala Moçambique

  • Aeroporto de Nacala

O Sistema EPAMS de captação e drenagem de águas pluviais da Saint-Gobain Canalização está presente em várias obras grandiosas, dentro e fora do Brasil.

No aeroporto de Nacala, em Moçambique, 11 toneladas da Linha Predial de tubos DN 200 e 28 captadores de 75mm estão instalados neste empreendimento que inclui terminal de passageiros, terminal de cargas e torre de controle. O aeroporto foi construído para receber até 1 milhão de pessoas/ano.

Projeto Puma - Klabin Paraná

Um dos maiores investimentos privados do estado do Paraná, a fábrica da Klabin, maior produtora de papéis do Brasil, em Ortigueira/PR, foi construída para dobrar de tamanho em três anos.

São mais de 8 quilômetros de tubulação ponta-bolsa instaladas no emissário e na adutora da Estação de Tratamento de Efluentes.

A escolha dos tubos de Ferro Fundido Dúctil da Saint-Gobain Canalização garante segurança e rapidez na instalação de todo sistema, e permanente acompanhamento técnico especializado.

Fornecimento para o setor de cítricos São Paulo

  • Fornecimento para o setor de cítricos

Para construção de uma nova estação de tratamento de esgoto em sua planta industrial, localizada no interior de São Paulo, a Sucocítrico Cutrale instalou 14 quilômetros de tubos e conexões de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização.

O serviço técnico desde a elaboração do projeto até a instalação dos produtos faz parte do pacote de soluções que a Saint-Gobain Canalização tem a oferecer para o mercado industrial.

Fábrica Eldorado Brasil Mato Grosso do Sul

Tubos industriais de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização de diâmetro 1200 milímetros fazem parte da maior fábrica do mundo de celulose em linha única, da Eldorado Brasil, na cidade de Três lagoas/MS.

A tubulação ponta-bolsa com junta elástica foi instalada sobre pilaretes em assentamento aéreo a uma altura aproximada de 400 milímetros. Alguns trechos com juntas travadas externas, eliminaram a necessidade de blocos de ancoragem, proporcionando maior rapidez na execução da obra com a mesma segurança.

O projeto é considerado inovador pela adoção das melhores tecnologias disponíveis aliadas a uma gestão com foco na sustentabilidade dos processos industriais e florestais.

Fábrica Suzano Papel e Celulose Maranhão

Na cidade de Imperatriz, no estado do Maranhão, uma fábrica da Suzano de papel e celulose foi construída com produtos criteriosamente escolhidos pelo desempenho, segurança e rapidez na instalação.

Os tubos e conexões ponta-bolsa de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização fazem parte dos 20 quilômetros da Rede de Incêndio, da adutora de água e transporte de efluentes, com diâmetros que variam de 100 à 1200 milímetros.

A assistência técnica da Saint-Gobain Canalização também faz parte do pacote de soluções oferecido para o mercado industrial e representa significativamente para o empreendimento.

Adutora do Agreste Pernambuco

A maior obra hídrica do Brasil com tubos de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização!

Foi o maior fornecimento da história da empresa: 104mil toneladas de tubos de diâmetros 500 à 1200 milímetros, equivalentes à 344km de extensão, só na primeira fase da obra!

Quando concluída, a Adutora do Agreste terá 1300 quilômetros de extensão e abastecerá 68 municípios do estado pernambucano, beneficiando mais de 2 milhões de pessoas.

Sistema Marrecas Rio Grande do Sul

Foram 29 quilômetros de tubos e conexões de ferro fundido dúctil para o Sistema Marrecas, um novo manancial para abastecimento de água em Caxias do Sul (RS).

Esta obra aumentou em 82% a capacidade de represamento de água bruta e foi projetada para beneficiar 250mil habitantes durante 25 anos.

Sistema Adutor do Pajeú Pernambuco

A Saint-Gobain Canalização forneceu mais de 600 quilômetros de tubos, conexões e válvulas de ferro fundido dúctil para o Sistema Adutor do Pajeú, no sertão de Pernambuco.

Uma importante obra que leva água para mais de 500 mil habitantes de 35 municípios dos estados de Pernambuco e Paraíba.

Sistema de Abastecimento de Água de Reis Magos Espírito Santo

Mais de 12 quilômetros de tubos e conexões de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização utilizados no sistema de abastecimento de água Reis Magos, no Espírito Santo. O projeto beneficia 18 bairros do Espírito Santo e mais de 150 mil pessoas.

Do Brasil para Nicarágua Nicarágua

Em um país com acesso limitado ao saneamento, se instala o projeto mais importante da União Europeia na América Latina.

Toneladas de tubos PAM levando água para 600 mil habitantes, dos quais 240 mil terão acesso à água potável pela primeira vez.

Um fornecimento de aproximadamente 10.000 toneladas de tubos de ferro fundido dúctil, com diâmetros que variam de 250 à 900 milímetros, para as obras de melhoramento e ampliação do sistema de água potável na cidade de Bilwi.

Um desafio para a Saint-Gobain Canalização descarregar em mar aberto em Puerto Cabezas!

Entregas concluídas com sucesso e a água potável chegará à  uma população de 600 mil habitantes (incluindo comunidades indígenas), dos quais 240 mil terão acesso à água potável pela primeira vez.

Adutora de Serra Santana - Caicó Rio Grande do Norte

Uma importante obra do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS): a construção da adutora de Serra de Santana-Caicó, localizada no Rio Grande do Norte, para diminuir os efeitos da seca e ampliar o abastecimento de água da população.

O projeto beneficia cerca de 70 mil pessoas.

São 63 quilômetros de extensão de tubos e conexões de ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização de diâmetro 400 milímetros, a maioria deles com junta de travamento interno.

Macrossistema de Esgotamento Sanitário Ceará

O Macrossistema de saneamento de Fortaleza utiliza 16 quilômetros de tubos de ferro dúctil para esgoto da Saint-Gobain Canalização para expandir o sistema de esgoto da cidade.

O trabalho beneficia 235 mil habitantes em 20 bairros de Fortaleza.

Despoluição dos Córregos e Ribeirões de Poços de Caldas Minas Gerais

Em Poços de Caldas, uma região de relevo muito acidentado, a solução adotada para implantar o projeto de despoluição dos córregos tinha que acompanhar o caminho natural das águas, ou seja, projetar um coletor tronco de esgoto ao longo do curso da água.

Um coletor tronco foi instalado em tubos e Conexões de ferro fundido dúctil para esgoto da Saint-Gobain Canalização no diâmetro 300 milímetros ao longo do córrego, assegurando o escoamento por gravidade, em grande parte, utilizando a própria deflexão permitida pela junta elástica do tubo, sem comprometer a estanqueidade do sistema.

Sistema Adutor Curimataú Paraíba

Mais de 190km de tubos em ferro fundido dúctil da Saint-Gobain Canalização estão sendo fornecidos para a CAGEPA (Companhia de Água e Esgotos da Paraíba) para a construção da Sistema Adutor Curimataú, também conhecido como “TransParaíba”.

Com previsão de investimento de R$ 329 milhões, a nova adutora vai abastecer 19 cidades do estado da Paraíba, garantindo água para 150 mil habitantes que não tem nenhuma outra fonte de abastecimento.

Adutora Sistema Pacuí Minas Gerais

A Saint-Gobain Canalização está fornecendo mais de 48km de tubos nos DNs 500 e 600 para a construção da Adutora Sistema Pacuí, na cidade de Montes Claros – MG. Esta nova adutora, que captará água do Rio Pacuí, ajudará a abastecer o município, que vem sofrendo com o rodízio de abastecimento de água há 2 anos. O diferencial oferecido pela Saint-Gobain Canalização para este projeto foi o sistema de travamento interno dos tubos, que além de ser mais fácil de instalar, que o modelo convencional, reduz custos e tempo de montagem na obra.

Sistema de Esgotamento Sanitário de Aquiraz Ceará

A Saint-Gobain Canalização forneceu 1,6 km de tubos de ferro fundido dúctil, com junta travada interna, para a implantação do Sistema de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Aquiraz, no Ceará. Com investimentos da Secretaria da Infra-Estrutura do Estado do Ceará (SEINFRA) e a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE), o município de Aquiraz foi escolhido para receber uma série de investimentos turísticos que englobam resorts, hotéis e até clube de golfe. Os tubos da Saint-Gobain Canalização mais uma vez tiveram sua robustez testada, pois foram instalados em meio às dunas da região. As obras, além de beneficiar o turismo, atenderão às necessidades de saneamento de mais de 400 mil habitantes da região.